Tudo que você precisa saber para comprar um carro novo ou usado sem sustos.

Comparativo Ecosport x Outros SUVs Compactos

13 de janeiro de 202015 de janeiro de 2020

Você gosta de utilitários esportivos? Está procurando um comparativo Ecosport?

Pois bem, ele está entre os modelos mais procurados por causa de seu jeitão Off Road.

Ecosport – um dos primeiros SUV Compactos do Brasil

O Ford Ecosport foi um dos primeiros carros a serem lançados neste segmento.

Considerado o Pai dos SUVs compactos, o EcoSport fez escola. Desde seu lançamento em 2003, quando a primeira geração estreou, todas as marcas concorrentes tentaram copiar ele, mas o sucesso foi tão grande que ele se mantém firme até hoje e é um dos campeões de vendas neste segmento.

No início dos anos 2000, as fabricantes apostavam em tração 4×4 e estepe fixado à tampa traseira para imprimir imagem de valentia aos poucos SUVs compactos oferecidos nos Brasil à época. Foi assim com os Mitsubishi Pajero iO e TR4 e o pequenino Daihatsu Terios. O Ford EcoSport estreou em 2003 inicialmente com tração dianteira, mas teve como marca registrada a roda sobressalente externa até agora, quando atualizou para a versão 2019, ano em que acabou com esta roda.

Agora, a versão Titanium vem sem a quinta roda em busca de um perfil de cliente “mais urbano”, nas palavras da própria marca. Desta forma, a mudança busca atrair quem acha que o estepe exposto é coisa do passado.

Conforme o tempo foi passando, os SUVs montados sobre plataformas de hatches pipocaram por todos os lados. A fórmula deu tão certo que a moda se espalhou por todo o mundo, fazendo com que muitas pessoas optassem por experimentar este modelo, levando a ums grande migração de clientes que antes eram do segmento de hatches médios, minivans e SUVs.

Novas gerações do Ecosport

Quando a Ford lançou a segunda geração em 2013, o Ecosport ficou mais bonito ainda, a ponto de manter as mesmas linhas básicas na reestilização que acabou recebendo em 2018, na última atualização do modelo.

Neste ano a Ford aproveitou também para resolver alguns problemas antigos, como o acabamento e a oferta de equipamentos, dois dos pontos mais criticados pelos antigos proprietários.
Também instalou um novo motor, 1.5 de três cilindros, para dar mais eficiência do que a do 1.6 quatro cilindros que vai aposentar.

Com isto tudo, vamos agora fazer um comparativo do Ecosport com tantas novidades, não podíamos deixar de receber o Eco sem um belo comparativo com os principais SUVs compactos automáticos do mercado.

Comparativos Ecosport

Kicks, Creta e Captur, são os principais concorrentes do Ecosport neste segmento de SUVs compactos e com valores abaixo de R$ 90.000. Chevrolet Tracker LT e Honda HR-V LX ficaram de fora por conta da baixa participação nas vendas, bem abaixo de 10%.

Não existe comparação com o EcoSport no quesito de conteúdo. A versão FreeStyle, aqui comparada, tem sete airbags, central multimídia, ar-condicionado digital, indicador de pressão de pneus e DRL (led de uso diurno), apenas para citar os mais importantes ou exclusivos.

Este mundo foi criado pelo próprio EcoSport, mas nem tudo é conteúdo e parece que a Ford não se ligou muito nisto.

Pequena, a carroceria do Eco tem 410 cm de comprimento, ou seja, é 23 cm menor que a do Renault Captur – uma diferença bem maior do que os 17 cm que separam, por exemplo, as carrocerias de cinco e sete lugares do Citroën C4 Picasso.

Comparativo Ecosport

Com espaço maior na cabine, se posicionando contra os concorrentes, mesmo que com certa dificuldade, o Eco continuará tendo no porta-malas o epicentro de suas críticas. Menos mal que retiraram o estepe na tampa (com abertura lateral), o que obrigava o motorista a achar uma vaga grande, caso precisasse guardar bagagem.

Os objetos maiores são mais difíceis de serem acomodados, por conta do formato do porta malas e o volume de 356 litros (75 menos que o do Creta, o segundo menor do comparativo) limita demais o uso familiar.

Ao fazer a segunda geração do Eco, a Ford não anteviu as necessidades dos clientes vindos de carros maiores. Hoje, o que se vê é um Ecosport excelente de dirigir, bem acabado e com bons itens de tecnologia e segurança, mas que tropeça em um ponto supervalorizado por quem compra um SUV: espaço.

De todos aqui, o Eco é o mais agradável de dirigir, obediente e com pronta resposta a acelerador e volante, mas é o menor em espaço e porta-malas e o único com design que não parece realmente novo.

Além de ser o modelo mais caro do comparativo.

Veja também:

Ficha técnica do EcoSport 2020

Comparativo Ecosport x Kicks

Comparativo Ecosport x Creta

Comparativo Ecosport x Captur

Carros novosFord

Deixe um comentário