Novo Onix Sedan Circula Sem Disfarces Pelas Ruas de São Paulo Antes do Lançamento

Aqueles tempos que os carros eram escondidos antes do lançamento oficial, para causar suspense e maior impacto nos futuros compradores parece ter ficado para trás. Os tempos das zebrinhas, quebra-cabeças e outros disfarces parecem que acabaram para a Chevrolet. A marca já colocou várias unidades de pré-série do Onix Sedan, possível Onix Plus, em circulação em São Paulo praticamente sem esconder nada, exceto logomarca e nomenclaturas.

Um exemplar na cor azul escuro foi flagrado pelo leitor Otávio Dreux na avenida dos Estados, próximo à sede da GM em São Caetano do Sul. Ele exibia os mesmos traços da versão chinesa, revelada no primeiro semestre, mas com algumas adaptações locais como o cromado que circunda a grade frontal e que remete ao Cruze 2020, recentemente revelado.

O Onix estava com as luzes dos faróis ligadas e também mostrava as luzes diurnas de LED em formato de L e que devem ser uma de suas marcas registradas. Na traseira, a iluminação das lanternas que repetem uma espécie de “Y”, revelaram as luzes de direção acionadas.

O porte do novo modelo chamou a atenção de Otávio: “O modo como acelerou já mostrou como o motor turbo faz diferença. Teve um momento em que um Jetta da penúltima geração ficou atrás dele e em questão de dimensões eram bem parecidos”.

Novo nicho para a Chevrolet

Como o leitor comprovou in loco, o Onix Sedan pretende disputar um segmento onde hoje a GM está sub-representada, o de sedans compactos premium. Embora tenha o Prisma e o Cobalt, nenhum dos dois tem sido capaz de atrair um público que procura por mais tecnologia e desempenho sem abrir mão do espaço.

Com o novo carro, a GM poderá brigar de igual para igual com o Virtus, da VW, ou o Yaris, da Toyota, para citar dois concorrentes importantes. Ele terá como arma o motor turbo 1.0 de 125 cv e um pacote de itens equivalente ao de modelos médios.

Embora a Chevrolet ainda faça mistério, o lançamento do Onix Sedan deverá ocorrer por volta de outubro. Como é possível notar, ele não substituirá o Prisma, que seguirá em linha como opção mais barata de modelo de três volumes.

Agora só nos resta esperar o lançamento oficial e ficar torcendo que desta vez a Chevrolet acerte a mão com este modelo e que consiga impactar o mercado.

Muitos saudosos e amantes da marca vão torcer mesmo para que consiga voltar os tempos da supremacia, como era no tempo do Monza, do Opala, depois do Vectra… carros que até hoje se vê andando nas ruas por sua qualidade e também por ter conquistado um exército de fiéis usuários. Tanto que o Opala alçou o posto de um dos carros mais queridos no Brasil por muitos colecionadores, mas este assunto vamos deixar para outro artigo.

Fique ligado e deixe seu comentário abaixo.

Deixe um comentário