Leilão do Detran tem Porsche com lance inicial de R$9 mil. O próximo leilão do Detran do Distrito Federal deverá ser bem disputado e os preços talvez não fiquem tão abaixo assim do mercado, segundo prevê o próprio órgão.

Mas quem participar terá a chance de arrematar veículos como Porsche Cayenne, Lexus, Mercedes ML e motos como Ducati e Kawasaki Ninja ZX9. Os lances serão virtuais, nos dias 17 e 18 desse mês.

No primeiro dia, apenas sucatas e, no outro, modelos conservados, que podem voltar a circular. No total, serão oferecidas 1.755 unidades, entre carros e motos. A expectativa é arrecadar em torno de R$ 5,5 milhões. Os lances iniciais representam 10% do valor do veículo na Tabela Fipe.

Entre as opções diferenciadas está um Porsche Cayenne preto, ano 2009, cujo IPVA gira em torno de R$ 8 mil, registrado no Paraná e que estava rodando em Brasília.

O lance inicial é de R$ 9 mil. Também será possível dar lances para um Lexus 2006 a partir de R$ 16 mil e que foi apreendido por falta de licenciamento, a exemplo da grande maioria dos modelos.

O preço mínimo para alguns dos outros modelos que estarão no leilão são: Audi Q7 2008 (R$ 6,5 mil), Audi A3 2017 (8,5 mil), Mercedes ML 350 2007 (R$ 6 mil), Porsche Cayenne 2009 (R$ 9 mil), Kawasaki Ninja ZX9 1997 (R$ 1,6 mil) e Ducati Monster 821, de 2015 (R$ 3 mil).

Os quase 1,8 mil modelos de carros e motos a serem leiloados estão em três depósitos do DF. Quem quiser tentar a compra precisa se inscrever no site da empresa responsável (www.flexleiloes.com.br) e é possível agendar uma visita para ver os veículos de perto.

O chefe do núcleo de leilão do Detran DF explica que a expectativa de arrecadação varia muito de um pregão para outro. Em média, o comprador paga em torno de 70% abaixo do valor de mercado, mas Rafael Moreira Vitorino acredita que o próximo terá muita concorrência por causa dos modelos oferecidos, o que costuma elevar os preços.

“Esse leilão deverá ser bastante concorrido, com preços maiores, por causa dos modelos. Acredito que a disputa será maior”, afirmou Rafael Moreira Vitorino.

Os recursos arrecadados são usados para abater as dívidas dos veículos. Se sobrar, é feita a restituição ao proprietário ou ao credor, o banco, caso seja financiado. Se o valor não for suficiente para quitação dos débitos, vai para a dívida ativa.

Aviso

O Quero Comprar um Carro não organiza leilões, aqui apenas divulgamos os leilões que estão abertos pelo Brasil.

Não temos qualquer associação com qualquer leiloeiro no Brasil.

Por isso mesmo não entramos em contato com você para vender motos ou outros bens de leilão.

Fazemos apenas um trabalho de divulgação dos leilões que ocorrem pelo Brasil.

Tome cuidado com golpes em leilão, eles estão crescendo de maneira assustadora, por isso mesmo, antes de participar de um leilão, leia nosso artigo sobre o assunto, para evitar golpes clicando aqui.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.